quinta-feira, 15 de junho de 2017

quaisquer pessoas... estou dizendo, faço turismo de gente nos mundos, nos lugares...
nada mais me interessa...
pode não ser muito, mas não há nada mais!

só as pessoas, suas tosses, suas depressões, suas pequenas agonias secretas escapando por entre as venezianas, para a rua. para o colo libidinoso dos homens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário