sábado, 12 de maio de 2018

O GERME

há uma força gemendo em mim
virando um bicho e
uma ideia que se amontoou e
multidões dentro de mim
maioria
sou eu quase todo agora esta força

sou aconteço sofro
sujeito verbo e objeto

sou-sujeito
aconteço-verbo
sofro-objeto

basta ver que caí no meio
em que estou pelas pontas

o pensamento ocorre assim
como os olhos veem e não escolhem a vista
nem como vê-la!
e vão desviando do que
visto
se traduziu mau sentimento

desviam atrás do prazer
a favor da vida!
e dão por onde não se espera.

não sou eu quem vê
ninguém vê
há vista!
responsabilidade tão mista que não é!

não se pode ser menos ou mais
ou autor do que é visível
somos uma só coisa
ativa-passiva, interativa
não sou eu
pois sou além de ser
sou acontecimento sujeito-verbo-objeto

mesmo para parecer extremo
é preciso estar no meio

a vida é um verbo
no meio de objetos animados
pois sim! nada está parado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário